O poder da Confissão

Maquinelle Furtado

Mal sabemos, mas a confissão juntamente com a partilha e a convivência são as melhores coisas para nos renovarmos com o bem. Além disso,  confessar-se, partilhar são tão comuns ao nosso cotidiano, tanto quanto conviver. Este artigo mostra partindo da noção correta de confissão, a importância de esvaziar-se. Para isso veja alguns aspectos importantes sobre confissão!

 1º - A confissão não é uma obrigação. É uma necessidade.

Não deve ser visto como um fardo de uma obrigação.

Deve ser sentido como um alívio no coração. Daí a importância do sentimento de partilha, amizade e acolhimento, pois a partir da visão do outro, você vê o que está pesado em você.

 2º - Confessar-se com Deus e confessar-se com o padre

A confissão existe em dois aspectos. O primeiro aspecto é a confissão com Deus. Essa forma gera uma relação de intimidade. Quanto maior a intimidade, maior a capacidade de falar naturalmente o que a gente tem de bom e ruim. Reconhecer nossas falhas é o primeiro passo para mudar e evitar cometer os mesmos erros. Isso é uma prática sadia e frutuosa. Dizemos que essa é a confissão no contexto da oração. Confessar as fragilidades a Deus como fazemos com naturalidade aos amigos.

Já como segundo aspecto, no contexto sacramental, a confissão tem caráter terapêutico, por que na partilha, torna-se um “desabafo” onde colocamos pra fora o pecado que nos machuca por dentro. É na partilha que damos a oportunidade de outra pessoa ver sob outro prisma nosso comportamento, notar nossas falhas e nos orientar.

Por isso que é sacramento, por que é sagrada, coisa de Deus, retira a impureza da alma só pode ser coisa de Deus, Sagrado, Sacramento. É como se aliviássemos o peso de uma agonia ao conversarmos com o mais confiável amigo que temos.    

Esse é o papel do padre na confissão. Sem falar que confessar-se para uma pessoa que lhe é estranha, reconhecer seus erros para alguém que não lhe é muito próximo, torna mais valoroso o sentimento de reconciliação com Deus, por que a vontade de não agir mais daquela maneira é tão forte que supera o constrangimento de reconhecer os erros a quem não somos muito próximos.

Para que isso ocorra, ou seja, para que a confissão tenha esse poder de nos curar das mazelas que sentimos dentro de nós, devemos nos sentir a vontade, assim como se estivéssemos conversando como fazemos com os amigos de escola, de infância.

O grande problema se dá na maneira de como enxergamos a confissão enquanto sacramento. Geralmente temos a impressão que o padre será o grande inquisidor que julgará nossas falhas. Cria-se um aspecto de medo e insegurança. Cria-se um sentimento de que a confissão é algo doloroso. Antigamente a confissão era algo extremamente impessoal, onde no confessionário não se via quem estava confessando os pecados, onde o padre dava uma formula para aqueles pecados através de uma penitência dolorosa.

Mas o mais bonito é que não se conta pecados para o padre, mas para o Cristo que ele ali o representa, o padre, pois tem que olhar para a pessoa como Jesus olharia, acolher a pessoa como Jesus acolheria. Neste momento não a temida condição do padre inquisidor, mas a de Jesus acolhedor. Temos que sentir como se tivéssemos a oportunidade de retornar a 2000 anos e estar diante do próprio Jesus em toda a sua essência e misericórdia. Imagine Jesus na condição daquele melhor amigo, ao qual sem sombra de dúvidas confessamos nossas angustias e nos sentimos melhor por colocar essas angustias pra fora.

O que nos faz querer estar perto de quem amamos, além de sentir que somos amados é também a vontade de nos livrarmos do que nos pesa, para nos aliviarmos dos fardos da vida. E sabe como fazemos isso? Confessando, partilhando e convivendo. Por exemplo, a saudade é um “peso” um fardo que machuca. Como curamos a saudade? Estando próximo de quem amamos, pois estar próximo nos permite conviver, partilhar. Quando não podemos estar próximos nos resta confessar nosso amor seja pelo telefone, carta, internet, etc.



Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro - Reriutaba - CE

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!